Varejo apresenta seu melhor resultado desde o início da pandemia, segundo ICVA


16/10/2020

 

O Varejo continua a sofrer com os efeitos da pandemia da Covid-19. Em setembro, descontada a inflação, as vendas recuaram 7,9% em comparação com o mesmo mês do ano passado. Em termos nominais, que espelham a receita de vendas observadas pelo varejista, a queda do ICVA foi de 3,5%.

Em que pese a retração do setor, setembro foi o quinto mês seguido de recuperação das vendas. Os destaques positivos foram os segmentos de Varejo Alimentício Especializado e Serviços Automotivos e Autopeças. “Setembro apresentou forte aceleração do Varejo.

Essa recuperação é percebida em todos os setores, apesar de alguns deles, principalmente aqueles relacionados a Serviços, ainda estarem em um patamar abaixo de 2019”, afirma Gabriel Mariotto, superintendente-executivo de Big Data da Cielo. “Se não levássemos em conta os setores de Serviços como Turismo, Alimentação, entre outros o ICVA nominal já estaria acima de zero em setembro”, complementa. 

Acompanhe o resultado completo aqui.

Fonte: Diretoria de Relações com Investidores.


Ir para o Topo do Site

É um portal de informações que conecta as empresas listadas na bolsa aos investidores. O mercado de capitais no Brasil passa por uma grande transformação. Com a taxa de juros estruturalmente baixa e a queda significativa das rentabilidades das aplicações de renda fixa, o mercado de ações se torna o caminho natural desses novos investidores. Entretanto, o mercado exige, por parte do investidor, informação e conhecimento. Assim, o portal “EuAcionista” busca ajudar nessa conexão entre as empresas e seus novos acionistas.